[GP Mônaco – classificação] A surpreendente pole de Kimi Räikkönen

 

por Jaqueline Trevisan Pigatto

O tradicional GP de Mônaco está comemorando 75 anos e a pole da vez surpreendeu!

Chamando a atenção no fim de semana está Jenson Button, o piloto reserva da McLaren, que veio cobrir para Fernando Alonso. O espanhol corre as 500 Milhas de Indianápolis, nesse domingo. Apesar de conquistar boas voltas no treino classificatório, uma troca de tubo por problemas típicos na McLaren-Honda o fez perder 15 posições no grid de largada. Além disso, dizem no paddock que Button não tem mais nenhum interesse na F1 e pretende buscar novas experiências na NASCAR ou nas 24h de Le Mans. Boa sorte pro inglês! Mas não é só de problemas e más notícias que vive a McLaren: pela primeira vez, Vandoorne passou para o Q2!

O Q1 aconteceu sem grandes problemas: Grosjean rodou mas voltou para a pista, Ericsson quebrou nos últimos segundos, mas já vinha com o último tempo. Assim foram eliminados Grosjean, Palmer, Stroll, Wehrlein e Ericsson. Surpreendentemente, o melhor tempo nessa primeira etapa foi de Max Verstappen.

Hamilton estava com sérios problemas: vindo com tempos altos desde os treinos livres, o inglês reclamou muito da falta de aderência. Parou em pleno Q2 para uma pesagem do carro e alguns ajustes. Após mais alguma tentativa, Hamilton teve que se contentar com o 14° lugar no grid. Ao final do Q2, Vandoorne, que passou para o Q3 na sétima posição, bateu e causou uma bandeira amarela.

O Q3 foi então disputado entre as Ferrari (Kimi Räikkönen estava voando na maior parte da classificação) e as RBR. Bottas também estava ali no meio, mas não chegou a ser uma séria ameaça. Räikkönen manteve seu tempo, ainda até abaixou mais um pouquinho e garantiu a pole, que ele não conquistava desde 2008! A Ferrari larga então na primeira fila, com Bottas na terceira posição. Confira abaixo como está o grid de largada. O GP de Mônaco começa às 9h, horário de Brasília.