[GP México] É tetra!!!

Verstappen, Vettel e Hamilton

 

por Júnior Ribeiro

O Sonho de Vettel

Era quase unanimidade entre os espectadores que o tetra de Hamilton chegaria no México, afinal conquistar ao menos um quinto lugar era mais do que certo para ele. No entanto, seguiu-se um momento de apreensão logo após o toque da asa dianteira de Vettel no pneu traseiro de Hamilton: pneu furado, boxes, última posição. Seria o sonho de Vettel se realizando?

 

A Realidade

Talvez fosse só um sonho mesmo, o dano em sua asa logo lhe trouxe de volta a realidade e o alemão também fez sua passagem pelos boxes e trocou o bico.

O que esperar? Vettel parecia fazer a parte dele e começou a escalar o pelotão, na medida do possível, mas o pneu de Hamilton não rendia e o britânico parecia estacionado na última posição. Por um momento, não muito longo, foram acionados cronômetros e calculadoras – será possível que Vettel alcance a segunda posição? Aparentemente não.

O Pesadelo de Vettel

O ar rarefeito no circuito mexicano não parecia ser o melhor amigo dos motores Renault e na volta 33 mais um carro equipado por ele abandonava, a Toro Rosso de Brendon Hartley. O abandono, no entanto, não se deu na melhor posição e o Virtual Safety Car foi acionado por medida de segurança, o que levou muitos pilotos para os boxes.

Após mais uma troca de pneus, Hamilton era outro e começou a recuperar posições com mais agilidade do que Vettel se aproximava do segundo lugar. Cronômetros e calculadoras a mão novamente e a previsão da equipe colocava Hamilton na oitava posição ao final da corrida, o que obrigaria Vettel a conquistar a primeira posição para que a briga pelo campeonato pudesse ser adiada para a próxima corrida.

 

O que parecia inevitável tornou-se óbvio e mostrando todo o arrojo que um tetracampeão deve demonstrar, Hamilton cruzou em nono, após uma bela disputa com Alonso e sagrou-se Tetracampeão Mundial. Vettel fez o máximo que pôde e conseguiu uma suada quarta posição na prova.

Expectativas

Partimos para o Brasil com o título definido, mas com uma briga ativa pelo vice-campeonato, com Vettel apenas 15 pontos a frente de Bottas. Será que o alemão conseguirá bater o finlandês ou a Mercedes vai ganhar também a cereja do bolo?

Informação Adicional

A propósito, Max Verstappen venceu, com sobras, o Grande Prêmio do México de Fórmula 1. Algo que com certeza merece outro post. Leia aqui.