[GP México] Classificação: Sebastian Vettel ainda vive!

por Jaqueline Trevisan Pigatto

Antes mesmo do início da classificação, o grid já sofreu uma baixa: Pierre Gasly ficou sem sua STR, que quebrou durante o último treino livre, pela manhã, por problemas no motor. Assim, 4 pilotos lutaram para ir ao Q2, mas não conseguiram: Ericsson, Wehrlein, Magnussen e Grosjean. Hamilton ficou com o melhor tempo, mas vinha reclamando desde o TL3 que o motor estaria “apagando” de vez em quando. Alonso fez uma ótima volta conquistando o 5° tempo da sessão. Quem deixou a desejar foi Ricciardo, que terminou o Q1 apenas na oitava colocação. Surpreendeu também os carros da Haas ficarem atrás dos carros da Sauber.

O azar da STR continuou, já que o carro de Hartley também parou durante o Q2. Enquanto isso, Verstappen tomava a primeira posição com mais de 0.5 segundos de Hamilton. As McLarens e a Williams tiveram mau desempenho, não chegando ao Q3. Assim, foram eliminados Massa, Stroll, Hartley, Alonso, e Vandoorne.

As Force India e a Renault continuam crescendo. Ambas as equipes colocaram seus 4 carros no Q3. Mas a briga pela pole era mesmo entre Hamilton, Vettel e Verstappen. Em uma das classificações mais disputadas do ano, tudo parecia favorecer o holandês, até que a FIA abriu uma nova investigação sob ele, sobre um momento em que o piloto da RBR pode ter atrapalhado Valtteri Bottas durante o treino. Nos últimos segundos, não deu nem Hamilton nem Verstappen. Sebastian Vettel tirou um coelho da cartola e cravou a volta mais rápida!

O cenário é extremamente favorável para Hamilton selar o tetracampeonato amanhã: ele precisa apenas de um 5° lugar. Já Vettel precisaria de um 1° ou 2° lugar e de que o motor de Hamilton o abandonasse ou algo do tipo, que tirasse o inglês do jogo ou que o deixasse para trás do 5° lugar.

Abaixo você confere como terminou o treino classificatório para o GP do México.