[GP EUA] Classificação: mais uma primeira fila com Hamilton e Vettel

por Jaqueline Trevisan Pigatto

Kvyat abriu os trabalhos no Q1, que teve um momento de susto entre Grosjean e Stroll, o que levou a direção de prova a abrir uma investigação. Foram eliminados Ericsson, Stroll, Hartley, Wehrlein e Magnussen. O melhor tempo foi de Hamilton, seguido por Verstappen. A surpresa foi Sainz, estreando na Renault, que fez o 5° melhor tempo!

Todos os pilotos foram para o Q2 com pneus ultra-macios, com exceção de Verstappen, que utilizou super-macios, arriscando uma estratégia diferente para a corrida. Hamilton novamente manteve a liderança, seguido agora por Bottas. Alonso tirou Massa do Q3, tendo sido eliminados também Kvyat, Vandoorne, Grosjean e Hulkenberg.

Sainz continuou sua boa estreia na Renault e participou do Q3. As Ferrari sofreram para competir com as RBR, enquanto as Mercedes lideravam tranquilamente. Nos últimos segundos, Vettel conseguiu garantir a segunda posição. Não teve quem ameaçasse o líder Hamilton.

As punições desse domingo contam com 15 posições para Verstappen, que trocou a unidade de potência, Hulkenberg, o estreante Hartley e Vandoorne. Por falar no piloto da McLaren, a grande notícia do fim de semana é que ele irá permanecer com o mesmo companheiro de equipe em 2018: Fernando Alonso está de contrato renovado com a equipe inglesa (e você pode ver uma publicidade genial da equipe sobre isso aqui).

A matemática para que o campeonato termine amanhã é: Hamilton vence e Vettel chega no máximo na sexta posição. Se Hamilton for 2°, Vettel não pode passar da nona colocação. Valtteri Bottas, pelos números, ainda também é candidato ao título, assim, uma vitória do finlandês amanhã também adiaria o tetra de Hamilton (um cenário muito pouco provável).

Confira abaixo como terminou o treino classificatório para o GP dos Estados Unidos. A largada acontece às 17h, com pré-transmissão da Sportv a partir das 16h.