[GP EUA] A surpreendente vitória da Ferrari

por Jaqueline Trevisan Pigatto

A decisão do título de 2018 não foi dessa vez. Lewis Hamilton teve o sonho do penta adiado, ao menos até o México, já que a Ferrari finalmente acertou na estratégia. Mas a vitória não foi de Vettel, e sim de Kimi Räikkönen. O campeão de 2007 fez história ao superar Mika Hakkinen e se tornar o finlandês com o maior número de vitórias na F1: 21.

Räikkönen já assumiu a liderança logo na largada ultrapassando Hamilton. Enquanto isso, Vettel encostou em Ricciardo e rodou, indo para o fim do grid. O australiano logo abandonaria a prova com problemas no carro, mais uma vez. Já seu parceiro, Max Verstappen, esteve livre de problemas e fez uma corrida incrível. Largando no 18° lugar, o jovem piloto terminou a prova em 2°.

A Ferrari decidiu esperar pelo pit stop de Kimi enquanto Hamilton parou logo após a décima volta. Assim, a expectativa era de que o piloto da Mercedes realizasse duas paradas e foi exatamente o que aconteceu. Vettel recuperou as posições até alcançar o escudeiro Bottas na briga pela quarta colocação. Hamilton era terceiro, atrás de Verstappen e Räikkönen. As brigas entre essas 5 primeiras posições foram intensas e duraram muitas voltas ao final da prova. Por fim, Vettel conseguiu a ultrapassagem sobre Bottas, mas as três primeiras colocações não mudaram, embora os pilotos tenham lutado até o fim. Com a pequena diferença de pontos, não foi dessa vez que Hamilton conquistou oficialmente o pentacampeonato.

A oportunidade estará novamente posta para ele já no próximo domingo, no GP do México. Confira abaixo como terminou a corrida no Circuito das Américas.