Quando Mercedes batem, RBR e Ferrari fazem a festa

por Júnior Ribeiro

Max Verstappen vence o Grande Prêmio da Espanha de Fórmula 1

Imagine a missão de comentar uma das corridas mais movimentadas do ano, que colocou no chinelo o GP da China. Não há palavras no vocabulário para descrever o misto de confusão, emoção e surpresa que a Espanha nos trouxe nesse final de semana. O Grande Prêmio já tinha muito para se esperar antes mesmo de começar: Hamilton parecia reagir, Rosberg parecia motivado a continuar avassalador, RBR e STR haviam trocado de pilotos. Enfim, muita coisa.

MERCEDES

E a primeira surpresa não tão surpreendente veio logo após o apagar das luzes, quando Rosberg superou Hamilton na largada e foi abalroado por seu companheiro de equipe, que parece continuar não reagindo bem sob forte pressão. Os pilotos e os chefes da equipe Mercedes foram convocados para após a corrida prestarem esclarecimento. Suspeita-se, no entanto, que Rosberg tenha pressionado Hamilton para fora da pista. Depois de tanto tempo dando choque, fecharam curto de vez.

FERRARI

Com a colisão entre Mercedes, a possibilidade de vitória começou a pairar sobre a Ferrari, mesmo com Ricciardo liderando naquele momento. E a corrida passou o tempo todo nessa tensão, com trocas de posições e várias estratégias de trocas de pneus. Num dado momento, Raikkonen parecia o favorito, já que a sua frente havia o jovem Max Verstappen, mas a história tomou um curioso e verdadeiramente surpreendente rumo.

RED BULL

Após a troca de piloto com a Toro Rosso, os noticiários e alguns pilotos criticaram a decisão dos dirigentes da RBR, principalmente por parecer ter “punido” Daniil Kvyat por erros cometidos em sua terra natal. No entanto, a informação oficial dava conta de que a decisão era planejada e tinha o objetivo de impedir um possível “roubo” do piloto Max Verstappen, que estava sendo sondado por outras equipes. Mas será que valia esse desgaste por um piloto novato, precipitado e razoavelmente mimado? Parece que sim.

MAX VERSTAPPEN (Nascimento: 30.Set.1997)

Alguém explica? No começo da corrida parecia coisa otimista demais, afinal havia Vettel, Raikkonen e Ricciardo brigando. No começo da corrida parecia absurdo. No começo da corrida quase ninguém acreditou e muita gente achou que ele não suportaria a pressão. Mas lá estava ele, segurando a pressão do experiente Raikkonen, cuidando de seus pneus e fazendo uma corrida limpa. Mas lá estava ele se tornando o piloto mais jovem a conquistar um Grande Prêmio de Fórmula 1. Lá estava ele entrando para a história.

Podio Espanha 2016

FELIPE MASSA E OUTROS

Apesar do erro de estratégia que comprometeu sua classificação, Massa rodou bem e conseguiu um lugar na zona de pontuação. Brigou um tempo contra seu antigo companheiro de equipe, Fernando Alonso, não conseguindo superá-lo. Triste para os brasileiros, mas razoavelmente feliz para os fãs de Fórmula 1 e para os fãs da McLaren, pois fica evidente a reação do motor Honda e da própria equipe. Alonso, no entanto, acabou abandonando a prova mais tarde, mas Button pontuou.

Além dos pilotos da Mercedes e Alonso, Hulkenberg e Grosjean abandonaram. Ricciardo que patrocinou uma das melhores brigas com Vettel quase não conseguiu finalizar a prova, pois seu pneu traseiro esquerdo estourou na última volta, mas conservou o 4º lugar, pois Bottas vinha muito longe.

Com os resultados, a tabela do campeonato sofreu significantes alterações e Kimi Raikkonen agora figura em 2º lugar, atrás de Rosberg.

DANIIL KVYAT

O retardatário que assistiu, “de camarote”, as maiores emoções da corrida. Eu não queria ser o Daniil Kvyat.

CLASSIFICAÇÃO

1.Nico Rosberg – 100 Pontos

2,Kimi Raikkonen – 61 Pontos

3,Lewis Hamilton – 57 Pontos

4.Daniel Ricciardo – 48 Pontos

5.Sebastian Vettel – 48 Pontos

6.Max Verstappen – 38 Pontos

7.Felipe Massa – 36 Pontos

8.Valtteri Bottas – 29 Pontos

9.Daniil Kvyat – 22 Pontos

10.Romain Grosjean – 22 Pontos

11.Carlos Sainz Jr. – 12 Pontos

12.Sergio Pérez – 8 Pontos

13.Fernando Alonso – 8 Pontos

14.Nico Hulkenberg – 6 Pontos

15.Kevin Magnussen – 6 Pontos

16.Jenson Button – 3 Pontos

17.Stoffel Vandoorne – 1 Ponto

 

1.Mercedes – 157 Pontos

2.Ferrari – 109 Pontos

3.RBR – 86 Pontos

4.Williams – 65 Pontos

5.STR – 34 Pontos

6.Haas – 22 Pontos

7.Force India – 14 Pontos

8.McLaren – 12 Pontos

9.Renault – 6 Pontos

10.Sauber – 0

11.Manor – 0

 

Confira o resultado da corrida.

Espanha 2016 Corrida