[GP Bélgica] Pressão de Vettel, dia de Hamilton

Pressão, voltas voadoras e Hamilton…

 

Por Júnior Ribeiro

Os Líderes

Hamilton chegou como favorito em Spa, determinado a mitigar a diferença para o líder do campeonato. E o britânico não desperdiçou a oportunidade nessa pista em que o motor tem muito a dizer. Sebastian Vettel fez sua parte para tentar assegurar a liderança, permanecendo na segunda posição. Lewis assegurou, com muita habilidade, sua primeira posição e não houve muita possibilidade de perda da vitória na prova. Um Safety Car nas voltas finais chegou a agitar os ânimos ao proporcionar uma relargada animada, com Vettel forçando bastante, mas não o suficiente para realizar a ultrapassagem. As últimas voltas foram, por sinal, uma sequência de voltas rápidas, que culminaram com a quebra de recorde da pista: 01:46.577, de Sebastian Vettel.

Abandonos e Punições

Cotado para deixar a Fórmula 1 no próximo ano, Wehrlein foi o primeiro a abandonar a prova, logo nas voltas iniciais. Verstappen segue sua saga no campeonato e abandona mais uma prova, para tristeza da torcida que coloria de laranja as arquibancadas de Spa. Alonso que mais uma vez protagonizou “animados” rádios, também deixou a prova.

Outro protagonista da corrida foi Perez, que junto a seu companheiro de equipe promoveu os principais toques da prova. Logo na largada, tivemos a prefiguração daquilo que aconteceria na volta de número 30: um esbarrão logo antes da Eau Rouge. Perez que não facilitou para Ocon e Ocon não diminuiu a velocidade se tocaram com mais violência e trouxeram o Safety Car para a pista. Mais tarde Perez abandonaria a prova, na volta 42.

Falando em Perez, o piloto mexicano protagonizou uma bela dupla ultrapassagem, pena ter cortado a curva seguinte, o que lhe rendeu vantagem indevida e uma punição de 5s. No final isso não representou muito, visto que abandonou. Outro punido foi Räikkönen, por não ter diminuído sob bandeira amarela, quando Verstappen estava parado na lateral da pista.

Outros Destaques

Ricciardo conseguiu mais uma vez demonstrar sua regularidade. Sem muitas emoções o australiano abocanhou um lugar no pódio, superando os finlandeses, que tinham muito mais condições de assumir essa posição. Massa, apesar da defasagem de seu equipamento, contou com a sorte e com a potência de seu carro e logrou a 8ª posição.

Expectativas

Vettel segue na frente, mas o campeonato não está nem perto de estar definido. A próxima prova, em Monza, tem duas grandes realidades contrastantes: a pequena superioridade de potência do motor Mercedes e o peso da torcida da Ferrari. Quem levará a melhor? Não perca nada, pois a Fórmula 1 está sendo definida nos milésimos.

Até a próxima! Veja abaixo a classificação dos 10 primeiros no campeonato de pilotos.