As Boas Festas da F1

[Imagem de Mia F1 Design]

O campeonato já acabou, mas o circo da F1 continua agitado mesmo na época de festas. Como os pilotos e equipes vão passar a virada do ano?

A começar pelo Laureus Awards, o “Oscar” dos esportes: Hamilton está indicado a esportista do ano, a Mercedes entre as equipes do ano (até aqui nenhuma novidade) e o garoto Verstappen indicado na novidade do ano (merecido). A premiação está prevista para início de 2016.

Os pneus já são assunto na virada do ano: a Pirelli anunciou os agora 6 tipos, já entrando em vigor em Melbourne, primeira etapa de 2016. A novidade é o composto de ultramacios para pista seca, na cor roxa, que possui maior aderência, porém dura menos. Além disso, o novo regulamento da FIA disponibiliza agora um jogo de pneus supermacios no Q3 (fase final da classificação). Quem não avançar para a decisão da pole manterá o jogo de pneus para a corrida. A FIA promete também 6 testes no próximo ano para as equipes e os novos compostos da Pirelli.

Outra novidade nesse final de ano é o brasileiro Sérgio Sette Câmara como novo piloto do programa da Red Bull Junior Team. Sérgio correu na F3 e chamou atenção, especialmente na Holanda. Esse programa de jovens pilotos é responsável por levar à F1 Vettel, Ricciardo, Kvyat, Verstappen e Sainz Jr. Fica a expectativa para o futuro de mais um brasileiro brilhando no automobilismo.

Enquanto isso, o veterano Jenson Button confessou nos últimos dias que realmente considerou deixar a F1 devido ao mau desempenho da McLaren. Porém, ele e Alonso darão mais uma chance a equipe, que segundo Ron Dennis, passará por uma reformulação de pessoal técnico. Há uma grande torcida pela volta da mítica McLaren, não só por ser uma das equipes mais importantes da F1, mas pelas iminentes aposentadorias dos dois campeões que se encontram nela. Além deles, há ainda dúvida do futuro de outro veterano: Kimi Räikkönen. Pode ser o último ano do finlandês na F1, e a Ferrari vem prometendo grandes avanços. Seria definitivamente um sonho para os fãs ver esses campeões veteranos disputando vitórias em um último ano juntos. Os três são grandes nomes da década de 2000 da F1 e deixarão saudades.

Mas o assunto que realmente domina o noticiário da F1 até a pré-temporada é o mercado de pilotos. A Manor é a única equipe com vagas restantes, o que fez com que o governo da Indonésia divulgasse, em um documento oficial, a intenção de patrocinar um jovem piloto: Rio Haryanto. O indonésio já chegou a fazer alguns testes com a Manor, o primeiro de seu país a pilotar na F1, e sua vaga na equipe parece certa. Com poucas mudanças nas equipes, por enquanto, o grid está assim:

Ferrari – Vettel e Räikkönen

Mercedes – Hamilton e Rosberg

McLaren – Alonso e Button

RBR – Ricciardo e Kvyat

Force India – Hulkenberg e Perez

Williams – Massa e Bottas

Haas – Grosjean e Gutierrez

Renault (antiga Lotus) – Maldonado e Palmer

Sauber – Nasr e Ericsson

STR – Verstappen e Sainz Jr

Manor – a decidir

Quanto ao calendário de 2016, retorna o GP da Alemanha, que foi cancelado esse ano; estreia o GP do Azerbaijão, com corrida de rua; a Rússia foi jogada para maio, ao invés de outubro; e a Malásia será em outubro ao invés de março. O GP do Brasil acontecerá dia 13 de novembro, com a temporada mais uma vez se encerrando em Abu Dhabi, no dia 27. A abertura na Austrália está marcada para 20 de março. Os testes da pré-temporada acontecerão em fevereiro no Circuito da Catalunha.

O Corrida de F1 deseja a todos os seus leitores um excelente Natal!